Nossa História

O Condomínio foi criado no ano de 1990 e em 1991 foi realizada a 1ª Assembleia Geral Ordinária e assinada pelo primeiro Sindico e Empreendedor da Gleba Sr. Nilson Leonel Barbosa, datada em 23/02/1991 e registrada em 24/03/1991.

A origem da gleba veio através de um desmembramento do Quinhão nº 8(oito), no lugar denominado “Santa Cruz” na Fazenda Taboquinha. Como o condomínio começou partir de um parcelamento de uma fazenda como Zona Rural, as primeiras discursões foi sobre instalação de rede elétrica e distribuição de agua potável através de um poço artesiano e escolha de empresas que fizesse as instalações pelo menor valor conforme orçamentos da época.

Em novembro de 1991 em assembleia foi definido o valor da primeira taxa ordinária e suas destinações como fundo reserva e gastos do Condomínio, na época o valor era de CR$ 15.000,00(quinze mil cruzeiros), já em março de 1993 em assembleia foi decidido o pró-labore do Síndico, estabelecido o valor de 2 salários mínimos Cr$ 1.709.400,00 (um milhão e setecentos e nove mil e quatrocentos cruzeiros).

• Em dezembro de 1994 foi votada e aprovada a primeira taxa extra para pavimentação asfáltica, taxa essa recolhida até o ano de 2000, no qual foi autorizado as obras de infraestrutura. No mês de novembro de 1995 foi criada a Comissão de Planejamento e Comissão de Cobranças devido a inadimplência, com o crescimento do condomínio e despesas com mão de obra e infraestrutura a taxa ordinária e pró-labore foi aumentando gradativamente com o passar do tempo de acordo com as necessidades do condomínio, valores sempre aprovados em Assembleias.

Em março de 1997 em assembleia foi criado uma associação para contratação de vigias e de um Advogado ou Escritório de Cobrança, e a Comissão de Cobranças foi desconstituída sendo substituída por Escritório Jurídico. Nesse período foi criado o reservatório de água, implantação de hidrômetros em todas as casas, foi autorizado em assembleia a urbanização geral do condomínio (infraestrutura). No ano de 2000 foi criado uma Comissão para criação de Código de obras do Condomínio, foi elaborado a tabela de multas para Indisciplina Regimental, como animais somente com os responsáveis presos na guia, devidamente identificados e vacinados. Cobranças com mais de 90 dias de atrasos, encaminhar ao Advogado para o condômino inadimplente ser cobrado judicialmente. Em 12 de agosto de 2000 foi elaborada 2ª Convenção do Condomínio a 14ª Assembleia Geral Extraordinária, no decorrer do ano foi realizada a construção da portaria e da sede do Condomínio.

Foi aprovado em Assembleia a contratação de uma Administrador morador do condomínio com 48hs de trabalhos semanais com conhecimento em hidráulica, elétrica e mecânica, no mesmo ano foi autorizado a compra do primeiro carro para uso exclusivo a serviço do condomínio.

 No ano de 2001 foi criada a Comissão de Regularização, como o condomínio já estava realizando os estudos ambientais e as construções vinham crescendo, as margens das nascentes foram preservadas, reflorestadas e fiscalizadas por essa Comissão e os lotes que se encontravam dentro dessas margens de preservação foram desconstituídos.

 Em 2002 o asfaltamento das ruas foi retomado pela Empresa CK Engenharia, as comissões foram extintas e em assembleia datada em 02 de junho, foi proibido animais soltos nas dependências do condomínio e no mesmo ano foi aprovado a contratação de Auditória Fiscal para o Contador ou Escritório de Contabilidade.

 No ano de 2003 em assembleia datada 23 de fevereiro foi estabelecido os valores e classificação das multas por indisciplina regimental, a gravidade das multas de acordo com o entender do Síndico. Foi contratado um especialista para elaboração do Código de Obras do Condomínio, contratação de Rondas diurno e noturno. Em 21 de novembro foi aprovado a construção da caixa d’agua com capacidade para 5000 L, foi suspensa a cobrança de taxa ordinária sobre os lotes desconstituídos, o Sr. Nilson declarou que os lotes destinados a área de lazer pertenciam ao condomínio.

• Em 2004 foi decidido que todas unidades já construídas sem a caixa de correios instaladas, teriam um prazo de 90 dias para instalar as mesmas, após o prazo o condomínio iria colocar e repassar o valor ao condômino para pagamento, no mesmo ano foi discutido as normas para comercio dentro do condomínio, no ano seguinte, foi discutido sobre uma instalação de uma cantina a disposição dos condôminos, discursões essas que não tiveram sucesso.

 Em 2006 foi criado o Fundo Reserva destinado para uso emergenciais. No ano 2007 foi implementado o Código de Obras e as construções foram paralisadas e retomadas só depois de solicitação de análise de projeto autorizado pela Administração. Foi criada uma Comissão para estudar o impacto ambiental, a mesma comissão estava cuidando da parte de abastecimento de água potável, trocando o poço artesiano pela rede de abastecimento da Caesb. No mês de maio o Condomínio contratou a Empresa Geológica para estudo ambiental do parcelamento para regularização, no mesmo ano o condomínio fez aquisição de um trator tendo em vista a grande demanda de serviços.

 No ano de 2012 o código de obras foi suspenso, não sendo mais necessário a autorização da Administração para construção. Em 2013 foi aprovado a venda do trator para ser substituído por outro veículo de porte maior. Em novembro foi concluída a construção da academia de ginastica e entregue aos condôminos. Foi dado início a obra da quadra poliesportiva sem taxa extra as instalações do alojamento da equipe de serviços gerais foi reformada trazendo condições adequadas para o horário de refeição dos mesmos, com banheiro dependente para uso conforme oficio do Sindicado Seicon exigindo instalações adequadas.

 Em 2014 foi feita a reforma da Administração colocando janelas e portas de vidros no salão de festas, na mesma foi feito uma cantina e banheiros unissex para melhor acomodar os condôminos e visitantes.

 No ano de 2015 foi criada em assembleia uma Comissão de Análise do Asfalto e em outubro de 2016 foi aprovada a taxa extra para o recapeamento em todas as vias do condomínio, devido denúncias de condôminos o recapeamento foi embargado, mas, as obras não pararam foi realizada a construção dos banheiros próximo a quadra poliesportiva e quadra de areia com bebedouro e com acesso para cadeirantes.

Foi feita a ampliação do parquinho ao lado da Administração com comodidade para todas as crianças.

Devido ao ofício citado, foi necessário adequar as instalações na Portaria para os funcionário e foi preciso a construção de um alojamento para refeição, higienização e descanso dos mesmos, além de dá condições melhor de trabalho aos funcionários melhorou a vista da entrada do Condomínio.

• No inicio do ano de 2017 foi construida a Praça Princesa Isabel sendo inaugurado no mês de abril.

Em seguida foi retomado o recapeamento do asfalto depois de desembargo na justiça, após o condomínio provar que era somente um recapeamento do asfalto que já existia há mais de 15 anos, em seguida foi dado inicio a obra de reforma da Portaria sem taxa extra que estava em condições precarias a ponto de qualquer momento desmoronar, a mesma também passou por embargos, notificação de demolição emitida pela Agefis e desembargado pelo departamento juridico do condomínio em justiça.

• No ano de 2018 o condomínio em parceria com os condôminos das unidades 0101 e 0103 que fizeram o muro que proporcionou mais segurança aos pedestres devido a grande declividade, e o condomínio um jardim suspenso na via de acesso principal do condomínio deixando a vista ainda mais bela.

Foi feita a troca da Fiat Strada, primeiro veiculo de aquisição do Condomínio, devido já esta sucateada, foi substituida pela Fiorino Furgão, que proporciona mais segurança na realização de serviços externos.

 No ano de 2019 o Condomínio conta com o apoio de uma de sete veiculos a sua disposição para melhor atender suas necessidades, sendo 4 motos na aréa da Segurança, 1 Fiat Strada ano 2012 em apoio ao Serviço Gerais em seviços internos e externos, 1 trator de modelo TT4030 fazendo a realização de serviços de coleta de lixo serviços pesados como coleta de podas e cargas de madeira, materiais de construção, e a Fiorino Furgão em apoio a Administração. Para melhor organizar e guardar os Bens-Materiais do Condomínio, foi construido o almoxerifado proximo a Administração com espaço para armazenamento de todas as ferramentas utilizadas no dia-a-dia da Segurança, serviços gerais e Administração, com garagem para todos os veículos.

A segurança conta com apoio de 145 câmeras Full HD 2K com alta precisão e qualidade de imagem com uma sala de CFTV monitorada com apoio de profissionais capacitados para auxiliar os Rondas fazendo com que as rotas vigiadas sejam mais eficaz

Este é um relato sobre os principais acontecimentos do Condomínio Rural Mansões Belvedere Green de acordo com os registros em Atas e em nossos arquivos.

Área Restrita

Vai rolar a festa

Clique aqui e veja as regras de utilização, disponibilidade e estrutura do salão de festas.

Quer anunciar<br> seus serviços

Quer anunciar
seus serviços

Estrada do Sol, KM 7 - Jardim Botânico

CEP: 71680-380